Engenheiro Agrônomo é indicado ao Prêmio Nobel.

O Engenheiro Agrônomo Alysson Paolinelli está sendo indicado para concorrer ao Prêmio Nobel da Paz em campanha coordenada pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ) e com apoio de várias intuições.

Graduado em Agronomia pela Escola Superior de Agricultura de Lavras em 1959, Alysson foi ministro da agricultura (1974-1979) e um dos atores da revolução do setor agropecuário brasileiro através da construção e fortalecimento das instituições de pesquisa capitaneado pela Embrapa.

As inovações produzidas pela pesquisa agropecuária pública resultaram na mudança de um país importador de alimentos, para se tornar um dos maiores produtores mundiais de proteína animal e vegetal, com superávits recordes na balança comercial brasileira.

Em 2006 ganhou o prêmio World Food Prize, prêmio equivalente ao Nobel da alimentação. Alysson foi deputado federal constituinte eleito em 1986, Presidente da Confederação Nacional da Agricultura CNA. Atualmente é Presidente executivo da Associação Brasileira dos Produtores de Milho (ABRAMILHO), Terceiro Titular da Cátedra da Luiz de Queiroz Esalq-USP (2020-2021) e Presidente da Academia Brasileira de Ciências Agronômicas (ABCA), entidade que reúne Engenheiros Agrônomos com relevantes serviços prestados ao fortalecimento da classe agronômica e progresso da agropecuária brasileira.

O ex-Ministro Alysson Paolinelli tem participado das atividades da CONFAEAB como o CBA Rio 2019 (foto), a LIVE do Dia do Engenheiro Agrônomo em outubro 2020 e apoiado a parceria da ABCA com a CONFAEAB.

Alysson Paolinelli tem sido um colaborador na discussão sobre fortalecimento das instituições públicas, sustentabilidade da agricultura, pesquisa e inovação na agricultura tropical.